Páginas

7 de set de 2011

Problemas?



Livres! Nascemos livres.Vemos as aves no céu, os lírios no campo, flores em qualquer jardim. Podemos sentir a força que a queda de água duma cachoeira pode causar sobre a nós. O vento a soprar por onde quer... essas criaturas e criações de Deus existem, assim como nós! Mas diferente deles nós somos sujeitos com ativa capacidade teleológica, ou seja, temos a capacidade de pensar antes de agir e não agir pelo impulso, pelo instinto natural, somos capazes de planejar e idealizar, materializar os nossos pensamentos (no sentido de fazê-los reais).

Nós, que nem sabemos de tudo, que somos humanos e temos que descobrir meios de tornar nossos sonhos reais, que temos que acatar ordens ou ordenar, que vivemos e convivemos com pessoas que também não conhecem tudo, que ajudamos e/ou precisamos de ajuda, e etc. às vezes não conseguimos fazer do jeito que imaginávamos ou o que imaginávamos nem acontece. Surgem os problemas...

Nossa mente é poderosa, capaz de fazer coisas que nos surpreendem. Nossa consciência vai além dos nossos pensamentos e nossa gestação e maneira como fomos educados/criados refletem em nossas atitudes. E como resolver os problemas? Primeiro é preciso saber qual é a sua dúvida, qual é o seu problema? Achou? Agora analise, veja tudo, perceba todas as fases e partes do seu problema e tente resolver cada coisa de cada vez, comece pelo pedaço mais complicado, após resolvido passe para a próxima parte problemática, e assim, indo por partes você vai sanar o seu problema mais facilmente.

E aí, o problema foi resolvido? O que causou tal complicação? O que/quem pode ter colaborado para tal malefício? É bom prestar atenção à esses detalhes e evitar novos conflitos...

Somos criaturas divinas e pertenças do Pai. Sabemos que por amor Ele nos criou e tem o melhor para nos dar. Ele nos deu livre arbítrio, mas nossos planos já estão traçados por Ele com um caminho a ser percorrido... basta escolhermos a boa parte, deixarmos ouvir a Sua voz e fazer a vontade dEle. Assim, "procurai primeiro o reino e a justiça de Deus, e tudo isso vos será dado por acréscimo" (Mt 6,33).

Barco a Vela

Eliana Ribeiro

Insisto em perseguir meus desejos
Insisto em só fazer do meu jeito
Me perco querendo ser Deus de mim
Escolhe mal quem escolhe só
Quem deixa Deus ser Deus, vê melhor
Aquilo que os olhos não podem ver
Por isso deixo aqui meu querer
Por isso deixo aqui meu querer

Refrão:
Guia-me Senhor por onde aprouver
Calo meu querer para ouvir o que Deus quer
Barco a vela solto pelo mar
Vou para onde o vento do Senhor levar

Nenhum comentário:

Postar um comentário